Looks da Semana #14

March 1, 2015 em Looks da Semana

Domingo passado não publiquei os Looks da Semana porque não tive aula por causa do carnaval e feriado. Mas já na semana passada tudo voltou ao normal e tive quatro dias de aula. Não sei se vocês sentiram falta, mas espero que estejam ansiosas para conferir os looks desse post!

- Segunda

Usei regata podrinha da Blue Steel, blazer preto que é um achado de brechó, hot pant jeans da Sheinside, bolsa preta básica do MiniTake e botas animal print da Via Uno. Eu queria montar um look despojado, mas com um toque elegante, por isso escolhi o blazer. Fiz um coque alto e usei batom vinho pra reforçar esse toque elegante.

- Terça 

Na terça usei regata xadrez da minha loja que é bem fresquinha, calça preta de cintura alta da Blue Steel, de novo a bolsa do MiniTake e sapatilhas de bico fino Satinato. É um look bem básico e confortável, sem muitos acessórios. Vocês sabem que é bem difícil eu usar calça, mas nesse dia fiquei com vontade e deixei os shorts de lado!

- Quarta

Na quarta eu estava com espírito militar e resolvi roubar a camisa com estampa camuflada do meu namorado! Eu amo usar camisas masculinas porque são bem soltas e longas. Combinei ela com top preto customizado, hot pant jeans customizado também (era uma calça do namorado!) e botas Satinato. O toque final ficou por conta da touca preta que é da minha loja e o cinto bem no umbigo em destaque. Estava um dia chuvoso então a touca segurou o cabelo e não deixou frisar! Acho que eu poderia ter usado as meias 5/8, o que acham?

- Quinta

Essas fotos ficaram ruins, me desculpem. Mas quinta-feira foi uma correria danada! Eu tive um editorial pra montar no curso e precisei levar uma tonelada de coisas! Acabei montando um look super básico mesmo com camiseta cropped da minha loja, hot pant jeans que era uma calça antiga, mochila Chenson e botas Satinato. Só preparei a pele e passei uma camada de rímel, porque eu ia me maquiar no curso pro editorial.

Gostaram dos looks? Espero que sim! Beijos.

Vlog: Ano Novo Chinês na Liberdade, São Paulo!

February 24, 2015 em Fotografia, Pessoal, Vídeos

No domingo passado (dia 22/02) fui conferir o Ano Novo Chinês no bairro da Liberdade em São Paulo! Fui com uma caravana, junto com o Eduardo e vários amigos. Passamos o dia inteiro lá, por isso deu pra aproveitar bem o evento, olhar as lojas, comer comida japonesa, tirar muitas fotos e gravar! Eu amei tudo mesmo ficando com os pés acabados e sofrendo com o calor infernal no meio da multidão.

Assistam ao vlog em HD que editei com carinho :)

Câmera: Canon EOS Rebel T3 | Lente: 18-55mm
Músicas: The Bluest Star – The 126ers; Loophole Fragment – Silent Partner; Hiking – Silent Partner; So Bueno – The 126ers; Cruiser – Silent Partner
Editor: Photoshop CS6 e Movie Maker

Editei várias fotos que tirei durante o dia e aqui estão:

Pra quem não sabe existe uma lenda que conta que doze animais atenderam um chamado de Buda para uma reunião. Por terem sido os primeiros entre milhares a atenderem, Buda os transformou nos signos da astrologia chinesa como forma de agradecimento. Esse é o ano da cabra e dizem que é um ano mais calmo, ótimo para relaxar e fazer as pazes com tudo e todos.

Tinha um mini shopping cheio de lojas de artigos japoneses, chineses, animes, HQs, papelaria, decoração e várias outras coisas legais. Em uma chamada Shinozaki tinha um predador em tamanho real! Achei muito realista.

Não conseguimos ver muitas apresentações, porque tinha muita gente! Sério mesmo, a situação estava bem complicada na praça. Como vocês viram no vídeo a gente quase não conseguia andar no meio de tanta gente. Mas deu pra ver o que tinha mais ao redor da praça. A última vez que passei na Liberdade foi em 2013 e estava com saudades.

Vocês também foram conferir? Contem nos comentários! Espero que tenham gostado do vlog e das fotos! Não se esqueçam de se inscrever no canal pra acompanhar novos vídeos! Beijos.

Look: flores e parka

February 20, 2015 em Looks

Hoje mesmo fotografei um look aproveitando o tempo fresquinho e quase friozinho! Escolhi uma saia floral e uma parka que não usava há um bom tempo. Combinei com camiseta com frase, chapéu floppy (que estou viciada como vocês devem ter percebido), bolsa básica e botas pretas.

Camiseta: B.CauseSaia: Kinara (loja da cidade) – Parka: Choies - Chapéu: Oasap

Bolsa: MiniTakeBotas: Satinato

Tenho certeza que vocês acham que essa parka esquenta pra caramba, mas não! Ela tem o tecido fininho e no inverno preciso até usar várias blusas por baixo pra ficar quentinha. Eu sou friorenta, então qualquer vento que sopra eu já fico com frio. Adoro a cor verde musgo e acho muito fácil de combinar. É como se fosse preto ou branco. Já que a saia tinha alguns pontos verdes achei que ficaria legal combinar com a parka. Uma jaqueta ou camisa jeans também ficaria bem legal com a estampa da saia. Pra quem ficou curiosa em saber o que está escrito na camiseta vou já adiantar que é uma frase de Sócrates que me identifico. Traduzindo quer dizer “uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida”.

Deu uma vontade de usar uma peça floral hoje, mas não sei o motivo! Quase escolhi um macaquinho, mas lembrei dessa saia e acabei preferindo ela pra variar. Gostaram do look? Comentem aí o que acharam! Beijos.

Como lidar com o namoro à distância

February 19, 2015 em Comportamento, Pessoal

Pouca gente sabe que passei meses distante do meu namorado desde o final de 2014 até o começo de 2015. Foram mais de 4 meses longe e milhares de quilômetros entre nós dois. Em alguns momentos, principalmente nas primeiras semanas, achei que não fosse aguentar. Sempre fomos do tipo grudados, não por necessidade, mas por companheirismo e amizade. Estudamos juntos no Ensino Médio e namoramos há quase 3 anos, por isso nossa relação sempre foi de muita união.

O motivo dele ter ido tão longe prefiro não contar, é familiar. Foi inevitável e não por vontade dele. Eu tive que aceitar, ou melhor, nós tivemos que aceitar. E um detalhe importante é que não sabíamos quanto tempo ficaríamos longe, mas decidimos enfrentar a situação com firmeza. Cada dia longe dele parecia uma eternidade e era como se faltasse alguma coisa, como se eu tivesse esquecido de algo importante. Chorei várias noites e me deixei levar pela saudade e angústia algumas vezes.

Ele partiu no dia que inaugurei a loja e esse foi um dos dias mais agitados que tive! Um sonho estava sendo realizado depois de um trabalho duro enquanto a pessoa mais próxima de mim estava indo pra longe. Ou seja, estava me sentindo super animada e ao mesmo tempo triste. Mas confesso que depois de dois meses longe percebi que tudo estava acontecendo por um motivo e que tinha um lado positivo. Sempre tive muita liberdade mesmo vendo ele todos os dias. Mas eu aproveitei o tempo pra cuidar e pensar mais em mim, não de um jeito egoísta e sim do tipo “me conhecer melhor”. Então resolvi sair mais com os meus irmãos e amigos. Acabei me concentrando 100% no meu trabalho, no blog, nos meus sonhos e em qualquer coisa que eu tivesse pra fazer. Eu percebi que não adiantaria ficar só sofrendo e esperando sem fazer nada. E isso foi muito bom.

Quando ele voltou foi uma coisa incrível! É difícil explicar exatamente como eu me senti. Parecia que estava apaixonada como no começo de namoro! Daquele jeito que a gente fica sem graça, com vergonha, frio na barriga e coisas do tipo. Então é como se a relação tivesse se renovado. Já faz quase 1 mês que ele voltou e ainda sinto uma sensação muito boa. E o melhor é que amadurecemos muito durante esse tempo e aprendemos a lidar com a distância e suas consequências. Tenho a certeza de dizer que depois de passar por tudo isso e mesmo sabendo que muita coisa vai acontecer (seja boa ou ruim) a gente consegue enfrentar, juntos. Agora mais do que nunca.

Durante o namoro à distância eu segui algumas dicas (minhas mesmo) para lidar com a situação. E pensei que seria legal compartilhar essas dicas com vocês aqui no blog. Talvez alguém esteja passando pela mesma situação ou uma parecida e se identifique. Então aqui estão:

1. Pense se vale a pena esperar e está disposta a enfrentar as consequências

Se você gosta muito de uma pessoa automaticamente vai sentir uma angústia em pensar que vai ficar longe dela. Isso não é uma regra, mas em geral a gente sente saudade de quem ama, seja família, namorado ou amigos. Então é bom pensar se vale a pena esperar pela pessoa, porque não vai ser fácil enfrentar a distância. Se estiver acostumada com um namoro à distância então não é um problema tão grande. Mas se sua relação for parecida com a minha vai ser bem difícil no começo. Mas é importante pensar que não é o fim e sim o começo de uma nova etapa.

2. Planeje sua rotina e mantenha ela cheia de tarefas e compromissos

Não vai adiantar ficar horas deitada na cama pensando quando ele vai voltar. A vida está passando e por mais que seja chato você vai ter que colocar sua rotina em ordem. Então aproveite para fazer coisas que tem vontade, conhecer melhor suas fraquezas, medos e pontos fortes, sair bastante com outras pessoas e manter contato com aquelas que não via há um bom tempo. É ótimo se distrair e se divertir também.

3. Mantenha contato com ele

Não precisa ligar pra ele toda hora nem mandar mensagem a cada 10 minutos contando que um mosquito picou sua perna. Eu senti que era importante manter o contato, mas não precisava estar 24 horas. Eu queria muito contar tudo o que aconteceu no dia, mas não tinha como ficar 4 horas no celular. Então encontrei uma forma legal de diminuir os custos de ligação: Skype. Foi muito melhor poder ver o Eduardo na tela do notebook do que só ouvir sua voz. Acho que o Skype foi meu melhor amigo durante esse tempo! Mas cada um pode achar um jeitinho de estar mais próximo da pessoa que ama.

4. Tome cuidado com a carência e ciúmes

Eu confesso que sou ciumenta, não muito, mas sou. No começo eu ficava imaginando situações onde ele encontrava alguém super interessante e que me esqueceria. Mas eu conheço ele e percebi que não adiantaria ficar encucando com essas idiotices! É normal sentir insegurança, mas confiar é importante. Eu escolhi ser fiel a ele e ele escolheu ser a mim. Vai de cada um pensar o que é melhor pra si e pro outro. Só tem que tomar cuidado com a carência, porque você pode acabar abusando dos doces (como eu fiz), do trabalho, descontando a raiva em pessoas e outras coisas.

5. Pense sobre o futuro

Eu pensei em como seria quando ele voltasse e depois disso. Eu e ele planejamos muitas coisas juntos e acho importante pensar sobre. Não estou falando de casamento, estou falando de como queremos que seja a nossa relação daqui pra frente. No nosso caso, pensamos em vários detalhes como, por exemplo, sobre morar juntos ou não, se ver todos os dias, dividir despesas e ajudar mais um ao outro financeiramente. Coisas assim. A nossa relação chegou a um momento totalmente estável e firme. Essa dica é mais para refletir sobre o futuro, porque querendo ou não depois de enfrentar a distância por um tempo as coisas mudam (pra melhor ou não).

E o resto vai depender de cada um. Não existe um manual exato de como lidar com o namoro á distância, porque cada casal tem o seu jeito, o seu motivo e sua força unidos ou não. Eu espero mesmo que tenham gostado do post e tomara que de alguma forma ajude alguém que está passando ou já passou por uma situação parecida! Beijos.