Saudade

Postado em Postado em Comportamento

Parei pra pensar e percebi que algumas das coisas que não estão presentes nos dias atuais fazem uma falta danada. Não só de coisas, coisas e coisas me refiro, mas de pessoas e momentos, dos melhores. De repente parece que tudo sumiu sem um pingo de piedade.  E o que isso fez comigo? Me fez sentir saudade.

Que saudade faz uma boa gargalhada com amigas momentâneas ou de longo tempo, aquelas que entendem olhares e telepatias, brigam pelo seu bem e que se importam verdadeiramente. Que saudade faz a dependência e imaturidade de ser uma “aborrecente”. Que saudade de ver o mundo como um livro de escrita fácil, história água com açúcar, com um final direto e feliz. Que saudade de ser quem eu era.

Não é que eu não tenha orgulho de tudo o que faço, sou e sonho em fazer, mas parece que aquele mundo se transformou em algo, como uma amiga me disse, superficial. E nem adianta olhar através de uma lente mágica Canon pra tentar ver as coisas mais bonitas, retocadas e perfeitinhas. Então o que é que devo fazer?

Buscar os valores mais importantes nos pequenos momentos, reforçar laços com pessoas que realmente importam, registrar o mundo como ele realmente é e revelar as fotos para que eu nunca me esqueça de que tudo aquilo que deixo pra trás é o que me fez chegar aqui. E por estar no passado, nada será alterado ou apagado. Será eterno.

4 comentários em “Saudade

  1. Lindas palavras, que refleriram o que vai na sua alma e dentro do coração. Adorei!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *