Comportamento

Força de vontade

IMG_5136c

Com certeza todos vocês já ouviram pelo menos uma vez na vida alguém falar que é preciso batalhar e lutar muito para conquistar o que deseja e realizar sonhos. Isso é algo que os pais ensinam, ou pelo menos deveriam ensinar, desde quando somos bem novos. Ao longo do tempo conhecemos pessoas que tanto nos apoiam nessa ideia como também nos afastam dela. E assim é a vida, eu sei. Mas a diferença é que cada um tem o seu estilo de luta. Não existe um manual de como se deve enfrentar uma batalha. Apenas nós mesmos podemos descobrir de que forma iremos guerrear. Mas será que aprendemos sozinhos os truques e golpes necessários para essa batalha?

Enquanto alguns tem o apoio da família, tanto sentimental como financeiro outros começam do zero, sem nada e ninguém. Enquanto uns acreditam que dedicar algumas horas da semana na loja dos pais é um grande esforço, outros acreditam que trabalhar em dois empregos e ainda estudar é pouco para se preparar para o futuro. Enquanto uns vão dormir pensando nas viagens que farão no final de semana, outros pensam em como vão pagar os aluguéis atrasados da casa e onde vão conseguir arranjar dinheiro para conseguir comprar o pão do café da manhã. Não importa em qual situação estejamos sempre temos preocupações e diferentes valores. Mesmo que a realidade esteja parecendo ruim acabamos encontrando uma solução para melhorá-la. E é nessa hora que descobrimos quem somos.

Para a maioria das pessoas que conheço falar da situação financeira – que está ruim – é algo muito difícil e vergonhoso. Conheço algumas que não tem nem coragem em tocar no assunto. Até mesmo sobre peso, corpo, saúde e manias. Cada um tem um certo tipo de repulsão e sisma. Mas qual o problema em falar da realidade? É exatamente ela que nos modela com o tempo e define quem seremos no futuro. Se passamos por situações ruins precisamos nos fortalecer com elas, não ter vergonha. Quanto mais nos viramos sozinhos mais ficamos fortes. Precisamos aceitar a realidade, sim, mas não deixar que ela nos domine. Precisamos tentar chamar menos as pessoas que sempre nos defendem e estão ao nosso lado, porque uma hora não estarão. E o que será de nós nessa hora?

Não tenho vergonha de dizer que venho de uma família simples, que não tenho uma casa própria, nem um carro, nem mesada, nem grandes oportunidades o tempo todo. Ao contrário do que muitos pensam não sou rica. Essa é a verdade. E ela não me incomoda, porque tenho a melhor família do mundo, amigos verdadeiros, sonhos que conquistei com meu próprio esforço literalmente e me orgulho de tudo que passei até hoje. E não estou falando só das partes boas.

Em um país onde quase tudo é a favor dos ricos e quase tudo contra os pobres, talvez todos nós estejamos na mesma situação. Então não seria melhor compartilharmos nossas realidades sem receio para que outros se identifiquem? A nossa própria força de vontade e pensamento é muito maior do que a de quem quer nos colocar para baixo. Acreditem.

Precisamos sim de atalhos e caminhos mais fáceis para chegar mais rápido ao destino, mas talvez a graça não seja a mesma. Então devemos respirar fundo e enfrentar a pior batalha de todas. E mesmo que estejamos sós não devemos desistir, porque só depois que passarmos por ela saberemos o verdadeiro significado de força.

Related Posts

Nenhum comentário

Deixe um comentário