Onde paramos?

Postado em Postado em Fotografia, Looks, Pessoal

Não me lembro da última vez em que cliquei no botão “adicionar um novo post” aqui no blog. Não me lembro também da última vez em que senti aquela satisfação de trabalho feito e coração acelerado por publicar algo novo e esperar pelo feedback do público. Sinceramente, a única coisa que me lembro é de logar várias vezes ao longo desse último ano e não saber o que escrever. Vezes essas que senti uma mistura de saudade, tristeza e um tipo de resistência. Eu não entendia exatamente o motivo de não conseguir e querer atualizar o blog, então deixei o tempo passar.

E passar e passar…

Querer explicar em palavras agora o que me levou a escrever este post é complicado. Cada motivo me leva a outro e no final não consigo encontrar a melhor resposta. Mas tudo bem. O importante é que hoje decidi tentar.

Já escrevi várias frases e apaguei repetidas vezes em trinta minutos que estou sentada na frente do notebook. Já dei risada de frases sem sentido que criei. Já bufei por digitar errado mais de cinco vezes a mesma palavra. Também já senti um arrependimento de ter começado a escrever o post, mas logo em seguida me arrependi por ter sentido esse arrependimento. Sabem o que é engraçado? É que há um ano atrás eu fazia e sentia essas mesmas coisas enquanto criava um post. Isso quer dizer que eu ainda consigo e posso escrever. A Victoria do blog Hey, carpe diem! ainda existe.

E perceber isso é muito bom.

 

 

 

Eu poderia escrever um post muito mais incrível, informativo e útil depois de ficar quase um ano sem escrever nada. Tentei, mas acho que meus dedos ainda estão travados, minha mente ainda está com as ideias confusas e meu senso de responsabilidade com este espaço ainda não voltou a ser claro como era. Então vou me permitir recomeçar aos poucos. Talvez assim eu reencontre o que existia antes e que perdi ao longo do caminho. E mesmo que isso não aconteça estarei aberta a algo novo e inesperado.

 

Então, onde paramos?

 

 

 

Moletom: Oasap – Jaqueta: Dazzlin – Saia: Oasap –Botas: loja japonesa – Mochila: Oasap

Aproveitei um dia que fui com o Eduardo pra Tóquio, no bairro Akihabara, pra fazer algumas fotos. Adoro o clima nas estações de metrô e trem da capital. É tudo muito corrido e movimentado, mas existem certos padrões e coisas que me confortam. Em alguns momentos o silêncio toma conta e consigo sentir uma paz inexplicável.

Como disse antes, vou começar a atualizar o blog aos poucos. Espero que vocês ainda passem por aqui às vezes e gostem do conteúdo que quero preparar com muito carinho.

Beijos e até o próximo post!

3 comentários em “Onde paramos?

  1. Você sempre foi muito sincera com seus leitores Vic,dividia seus erros,seus acertos,seus sonhos…sempre,sempre MESMO me inspirou a querer a minha independencia,principalmente financeira, porque para mim você é uma referência enorme de quem corre atrás e faz acontecer.
    Tem algo muito legal no conteúdo que você trás,algo pessoal seu,que é que você trás essa calma e esse sentimento de que a felicidade está nas coisas mais simples da vida.Você tinha isso em Campinas e tem ainda aí no Japão.Acho que é um grande indicío de que há muito da Vic do começo do blog aí,um bom ponto de partida para retomar porque isso está dentro de você,como que no automático.Você amadureceu,mas a essência não me parece muito diferente.<3
    E sim,como sua leitora à anos me sinto como se você fosse uma amiga que estivesse longe e eu desatualizada da sua vida,rs Mas muito,muito animada a poder voltar à enxergar pelo seu ponto de vista <3
    Ps:Os errinhos do primeiro comentário:escrevi no ônibus de tanto que não me aguentei de ansiedade 😀

  2. Paramos na saudade que eu estava de abrir seu blog,ler seus posts,ver suas fotos e me sentir sua amiga,haha Como leitora fiel do seu blog à anooos (nem sei bem quantos) seu blog nesse tempo todo me fez uma falta Vic!Principalmente os posts de fotos aleatórias e os de look (afinal o que era um post de look da Vic sem as melhores dicas de style embutidas nele?).Continuei torcendo por você daqui,lhe acompanhando por outras redes sociais e admirando sua força como em cada posta que eu lia e você me incentivava à buscar minha.independência.
    Vou esperar cada post novo com muito carinho,o Hey Carpe Diem ainda é um dos meus cantinhos preferidos da blogosfera e fico feliz em saber que poderei colocar ele na lista de blogs que acompanho no meu tão esperado blog.O Hey Carpe Diem voltou!!! <3 Por favor não suma mais,você é seu blog fazem muita falta 🙂

    1. Você não sabe o quanto fiquei feliz e animada com tudo que escreveu! Isso que falou sobre se sentir minha amiga eu não esperava, sério! Haha Antes de sumir eu me sentia um pouco distante às vezes e não sabia se tinham pessoas gostando tanto do que eu escrevia, fotografava e pensava. Então saber agora, depois de tanto tempo sumida, que tem alguém feliz e esperando por cada postagem realmente me surpreendeu. Obrigada por tudo e espero te ver por aqui sempre 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *