Categoria

Pessoal

Pessoal

Uma segunda casa

img_6153cHá quase dois meses atrás fiz algo que nem todo mundo tem a coragem necessária para fazer: mudar de país. Atravessei o oceano até chegar do outro lado do mundo, no Japão. E preciso contar pra vocês o quanto minha vida mudou.

Não foram só as coisas mais óbvias que se tornaram novas para mim como a casa, trabalho, rotina, idioma, cultura e amigos, mas as mais peculiares também. Não entrar dentro de casa com sapato, jogar papel na privada, semáforos deitados, andar mais de bicicleta do que ônibus, comer doce de feijão e arroz, amar e odiar as estações do ano bem definidas, pagar a compra do mercado sozinha sem atendente, separar o lixo absurdamente, sair de madrugada e ter conveniências abertas em cada esquina com tudo que é necessário. Essas são algumas das coisas que mais achei diferentes do Brasil, mas todo dia descubro algo que me surpreende.

Apesar de muitas pessoas que convivo estranharem essas diferenças eu fico encantada e ansiosa para conhecer mais. É incrível pensar que há meses atrás estava sonhando com esse momento e agora ele é real. A melhor parte é que não tem um prazo para acabar, porque eu não quis determinar um. Quero aproveitar cada momento e viver experiências sem pensar no amanhã. Claro que eu planejo meu futuro, mas o que quero dizer é que quero viver o agora intensamente.

Quando alguém me pergunta quanto tempo pretendo ficar aqui eu sempre respondo que não sei. Dar uma resposta como essa pode parecer que eu não sei o quero pra minha vida, mas é o contrário. Eu sei exatamente onde quero estar, o que eu quero fazer, no que eu quero trabalhar e o que eu quero conquistar. O objetivo é estar em um lugar que eu me sinta em casa e que me proporcione felicidade com as coisas mais simples do dia a dia. E pra mim o Japão é assim. Uma segunda casa.

Pessoal

Uma eterna espera

IMG_3869cA vida é uma eterna espera. Ultimamente essa é a frase que mais tenho ouvido por estar literalmente esperando por algo que desejo e sonho há muito tempo. A necessidade de ter uma resposta clara e exata faz com que minha busca seja cada vez mais desgastante. A pior parte é saber que o que estou esperando não está em minhas mãos e depende totalmente de pessoas que eu nem faço ideia de quem sejam. Devo confiar que tudo sairá como imagino? Ou no prazo que quero? Não sei. A única saída é realmente continuar esperando.

Desde criança sempre fui do tipo que quando tomava uma decisão não voltava atrás e seguia o caminho com foco e muita determinação, sem hesitar. Desistir? O que é isso? Essa palavra não existia no meu vocabulário e até hoje continua assim. A vida inteira fui teimosa e persistente. Tenho certeza que esses dois adjetivos me trouxeram onde estou agora. Mas então por que nesse exato momento estou presa em uma angústia onde não consigo me mexer?

Passei dias sentindo um vazio dentro do peito. É como se estivesse vivendo sem realmente viver, no modo automático. No começo meu pensamento positivo acabava com qualquer pensamento negativo e eu realmente conseguia enxergar o lado bom de uma situação terrível. Mas agora não sinto nada. É como se estivesse presa em uma bolha onde não existisse sentimentos e que me isolasse de tudo que é bom. No momento em que tomei a grande decisão eu sabia que passaria por situações ruins, mas eu estava determinada a não me deixar levar. Mas como posso controlar tudo que meu coração sente e continuar fingindo que estou bem? Acho que é impossível.

As horas vão passando e o Sol nasce e se põe todos os dias da mesma forma, no mesmo lugar. Tudo parece se repetir, repetir e repetir. E eu ainda estou aqui, estagnada. Quero sair desse ponto, quero seguir em frente e atravessar o oceano. Não quero ficar parada vendo como a vida dos outros é perfeita. Quero contar grandes histórias e ser lembrada por algo incrível. Quero ter o controle da minha vida, dos meus sonhos, das minhas atitudes. Posso não estar bem o suficiente para dar o meu melhor, mas o meu querer continua forte como sempre. Se ele é a única motivação que restou, eu usarei como meu escudo e avançarei na linha de frente, porque é onde quero estar.

Chega de ficar para trás e aceitar o papel de coadjuvante. Estou exausta de lutar, mas a batalha ainda não terminou e acredito que nunca terminará. Então mesmo que eu passe a eternidade buscando e lutando vou continuar. Esse é o meu princípio, é quem eu sou.

Comportamento Pessoal Vídeo

Lei da Atração e positividade

Cada pessoa tem uma forma de conquistar seus desejos e realizar sonhos. A minha é através da intuição, positividade e, principalmente, Lei da Atração. Conheço e pratico há anos, mas foi ao longo do tempo que fui compreendendo melhor como ela funcionava.

No vídeo que gravei falando sobre 20 coisas que aprendi ao longo dos meus 20 anos comentei que praticava a Lei da Atração e algumas pessoas pediram para falar mais sobre.  Fiquei muito feliz em saber que várias que me acompanham também conhecem e acreditam no seu poder. Por isso senti que seria legal compartilhar minha experiência e dar algumas dicas que funcionam comigo. Gravei então o vídeo que vocês conferem abaixo!

Acredito que não existe o certo e errado. Por isso quero lembrar que as dicas que dei no vídeo são baseadas na minha experiência e na forma como os livros que li ensinam. Vocês podem não concordar comigo e praticarem de outras formas, vai do que é melhor para cada um.

Como eu disse no vídeo, a Lei da Atração não é uma religião. É uma filosofia, uma teoria e lei do Universo. Quando conto para alguém sobre ela tento não envolver religião, mas muitas pessoas acabam não entendendo. Nela é ensinado que um pedido ou pensamento é feito para o Universo e que tudo nele é energia. Mas conheço várias pessoas que acreditam e pedem para Deus. Não vejo problema nenhum nas duas formas e acho que cada um deve seguir o que achar melhor.

Eu acredito em Deus, mas acredito também no Universo. Acredito que tudo é energia e que cada ser/coisa tem uma vibração. Não tenho uma religião fixa. Gosto de conhecer várias e aprender o que cada uma tem de mais bonito. Adoro pessoas que tem mente aberta e detesto pessoas que julgam outras só pelas crenças.

IMG_5257ccLi esses dois livros da foto e adorei. O Segredo foi o primeiro livro que li sobre a Lei da Atração e lembro que fiquei encantada com o conceito. Sempre fui uma pessoa que acreditava e enxergava as coisas de uma forma leve e positiva. Com o tempo, amadurecimento e conforme fui virando adulta a realidade foi me dominando. Mas chegou um momento em que percebi que se eu deixasse de lado a minha essência não seria mais eu mesma. Então a Lei da Atração me fez voltar a ver que mesmo passando por situações ruins eu sempre poderia ser feliz e enxergar o lado bom da vida.

Como sei que ela está em ação o tempo todo tento manter pensamentos positivos na cabeça. Procuro fazer coisas que gosto e que me deixam feliz para transmitir essa felicidade para quem está ao meu redor também. Penso que se eu quero ajudar outras pessoas primeiro preciso estar bem comigo mesma e só então terei força para ajudá-las.

Adoraria saber o que vocês acham sobre a Lei da Atração. Contem aí nos comentários! Espero que o vídeo tenha sido inspirador e ajude de alguma forma. Beijos.

Fotografia Pessoal Vídeo

Fotos e Vlog | Mini férias em Ubatuba

Passei os últimos dias de 2015 em Ubatuba, como uma mini férias. Aproveitei para curtir bastante a praia, piscina e a tranquilidade para recompor as energias. Apesar de um problema de saúde ter atrapalhado um pouco a virada de ano voltei renovada para casa. E ontem publiquei o vlog lá no canal com um resumo de tudo que rolou nesses dias.

Espero que gostem e não esqueçam de se inscreverem no canal para acompanhar os próximos vídeos!

E agora confiram as fotos! Acabei não fotografando na praia com a Canon porque queria aproveitar bem e não ficar tomando conta da bolsa. Em todas as vezes que fui praticamente só levei a pranchinha para pegar as ondinhas. Então dessa vez não tem fotos da praia.

IMG_3116cIMG_3144cIMG_3158cIMG_3104cIMG_3106cIMG_3119cIMG_3140cIMG_3097cIMG_3146cIMG_3152c

Fiquei na casa de praia dos meus tios e foi muito bom passar um tempinho com eles. A saudade da praia já está batendo! O único problema é a distância e tempo que leva para chegar em Ubatuba. Mas se tiver oportunidade durante o ano eu vou e farei muitas fotos com certeza.

Gostaram do vídeo e das fotos? Espero que tenham aproveitado bem a virada e que 2016 já esteja sendo ótimo para vocês! Beijos.