Browsing Tag

Estilo

Decoração

Decoração escandinava

Um estilo que tem ganhado bastante atenção na decoração de interiores é o escandinavo. Ele reflete simplicidade, conforto e funcionalidade que formam uma combinação essencial para manter um ambiente aconchegante e atemporal. Próprio dos países do norte da Europa como Noruega, Finlândia, Suécia e Dinamarca, surgiu no início do século XX e foi inspirado pelas aquarelas de Carl Larsson, importante pintor sueco que retratava a casa onde vivia.

Ele está ganhando mais força aqui no Brasil mesmo sendo bem diferente do que muitos estão acostumados. O minimalismo em objetos, cores e informações pode dar a impressão de uma casa sem a personalidade do morador, mas não é bem assim. A proposta é manter o ambiente organizado e visualmente harmônico.

Separei algumas dicas e truques para incorporar esse estilo de decoração na sua casa sem deixar de lado o toque pessoal.

                                              

Uma das principais características do estilo escandinavo é a forte presença do branco e cores claras. Isso se baseia no fato de que em várias cidades nórdicas o sol aparece bem fraco durante meses e por isso é importante aproveitar ao máximo a luz que entra pelas janelas.

Deixar as paredes, pisos e móveis claros é uma forma de otimizar a iluminação. Em muitas inspirações dá para notar que as janelas não tem cortinas para deixar mais luz entrar.

Outra característica escandinava são os móveis e objetos funcionais. Cada um se encontra no lugar certo tornando assim o ambiente organizado e bem aproveitado. Nada de colocar coisas só por estética e beleza. Deve pensar na utilidade e se não vai deixar o ambiente carregado.

Logo que olhamos um ambiente com decoração escandinava percebemos a forte presença de texturas e elementos naturais. Nos países de origem as casas tinham elementos comuns da região como a madeira, pelúcias ou peles, linho, algodão, lã e muitas plantas. Todos eles dão um toque de aconchego e vida ao ambiente.

As formas e linhas são sempre simples e suaves. Miudezas e utensílios geralmente ficam guardados para não poluir o ambiente com muitas informações. Há também um contraste entre o que é moderno e rústico, novo e velho. Isso faz com que a decoração se torne atemporal. É possível notar alguns elementos industriais também.

Desde que reformei o meu quarto estou completamente apaixonada por esse estilo. Com certeza minha casa terá uma decoração escandinava com forte presença do preto e branco, elementos naturais e móveis com design bem limpo. Não vejo a hora de me inspirar, e vocês? Espero que tenham gostado das dicas! Beijos.

Fotografia Moda Sugestão

Óculos estampados

IMG_7544c

Estou começando a achar que a minha coleção de óculos está grande demais. De uns tempos pra cá fiquei viciada neles e passei a desejar vários modelos diferentes. Essa semana recebi dois óculos estampados da LUCLUC, que é uma loja de roupas e acessórios femininos bem legal, e fiquei apaixonada por eles!

IMG_7555cIMG_7575cIMG_7546c

(Link desse óculos na loja)

Analisei a qualidade dos materiais, tanto das armações como das lentes. Achei muito boa. O tom do dourado é perfeito, nada com cara de fajuto. Além disso parecem ser bem resistentes. Achei que os dois tem muito estilo por causa das armações diferentes e estampadas.

Em relação a entrega posso dizer que foi bem rápida. Levou um pouco mais de 1 mês pra chegar aqui em casa e os óculos vieram bem embalados e protegidos. Fiquei até surpresa que chegaram em menos de 2 meses, porque geralmente encomendas internacionais levam esse tempo. Então quem tem um pouco de preguiça de esperar longos meses pra receber o pacote pode se animar com essa loja. Mas talvez dependa do local de entrega.

IMG_7602cIMG_7616cIMG_7614c

(Link desse óculos na loja)

Gosto muito de usar peças em tons terrosos e acho lindo combinar estampas nesses tons, seja com roupas ou acessórios. Animal print nunca foi o que mais me chamou atenção, mas ultimamente tenho reparado mais. Talvez o curso tenha feito eu olhar tudo de um jeito diferente, com a cabeça mais aberta. Por isso comecei a experimentar usar o que nunca tinha usado antes. E pra fugir do preto e branco, resolvi arriscar em outras cores e estampas, como o animal print.

Acabei amando os óculos que achei que talvez não fosse usar tanto. Já montei vários looks com eles na minha cabeça! E vocês logo vão conferir fotos de looks por aqui! Com certeza os dois ficam bem com peças em jeans, couro, tricô e crohê, camurça e nas cores marrom, preto, creme, laranja, amarelo e outras quentes.

Quem quiser conferir mais modelos de óculos ou outros coisas é só visitar a LUCLUC. Esse post foi um tipo de resenha e aproveitei pra indicar uma loja que gostei. Beijos.

Moda

Existe certo e errado na moda?

Não, não existe. O certo e errado é baseado no que é mais ou menos harmonioso e simétrico, que valoriza ou desvaloriza o corpo ou personalidade de alguém. Não existem regras para se vestir, a moda é livre para todos.

Pensem em quantas matérias dizendo o que é certo e o que é errado em sites, revistas e jornais vocês já leram. Muitas pessoas impõem regras de como uma gordinha ou baixinha deve se vestir, ou melhor, o que não pode usar. Isso me incomoda muito, porque se cada um tem seu estilo e a liberdade para escolher o que quer usar por que deveria seguir regras? Já vi muitos consultores dizerem “você não pode usar essa peça” ou “essa peça não foi feita para o seu corpo”. E estão errados, porque ao invés de proibirem deveriam adaptar aquela peça ao estilo e corpo daquela pessoa.

Eu pensei muito a respeito desse assunto e resolvi procurar looks de pessoas que provam que o certo e errado não existe. A proposta do post é mostrar que vocês não precisam seguir regras para se vestirem bem e se sentirem confortáveis. Só precisam saber valorizar os pontos fortes e disfarçar os pontos fracos do corpo. Além de conhecerem bem o gosto, personalidade e por fim definir o estilo pessoal.

 

Procurei misturar fotos de pessoas comuns e famosas. Tentei também encontrar looks tanto casuais quanto sofisticados para ocasiões especiais. Tem uma foto que está marcada com o site Carolines Mode porque não encontrei o nome da modelo. Mas acabei gostando desse site porque mostra o street style de Estocolmo. É bem legal.

Admiro muito pessoas que mostram não ligar para os padrões que a sociedade impõe e seguem seus próprios estilos. Já vi muitas serem criticadas pelo corpo, cabelo, altura, medidas, entre outros motivos que fogem desses padrões. Acho isso horrível, porque cada um tem o direito de usar ou agir como quiser. Tenho amigas que preferem não usar algumas roupas que realçam as curvas por medo de pensar no que os outros vão falar. Eu acabo ficando triste por elas, porque elas são lindas e não deveriam ligar para a opinião alheia! O mais importante é se sentir feliz e confortável consigo mesma, certo?

Quero muito ler a opinião de vocês nos comentários sobre as regras da moda, padrões de beleza e coisas do tipo! Espero que tenham gostado do post! Beijos.

Livros

Livro: A Parisiense, de Ines de La Fressange

Ontem foi meu aniversário (ebaaaa!), por isso recebi algumas visitas no domingo e ganhei alguns presentes. Entre um dos que mais gostei foi o livro A Parisiense, de Ines de La Fressange que ganhei de uma tia.

O livro é basicamente um guia de estilo e vida de uma parisiense, baseado em tudo o que a autora aprendeu ao longo da vida. Ines é  ícone de estilo e elegância na França, por isso dá dicas de estilo, beleza, decoração, indicação de lugares para visitar em Paris, hotéis, restaurantes e até indica lojas onlines para conhecer. Além disso ela revela alguns dos seus lugares “secretos” que ama passar.

Logo quando peguei o livro já amei a capa. Tem um estilo vintage com o tom do vermelho e letras douradas. As folhas são bem grossas e isso deu um diferencial.

Fiz fotos do conteúdo de algumas páginas para mostrar que é recheado de ilustrações feitas pela própria autora. São 350 no total!

Algumas fotos são da autora em parceria com Sophie Gachet, jornalista de moda da Elle. Outras são de Benoît Peverelli. Achei todas muito lindas e inspiradoras!

Na verdade esse guia não aborda só o estilo de uma parisiense e sim a atitude dela em relação a moda. Ter confiança no que veste, saber admirar a simplicidade das peças e se sentir feliz com a rotina são algumas das dicas. Também fala da moda atemporal e ensina formas de gastar pouco para ter um guarda-roupa dos sonhos. O que mais gostei é que a leitura é divertida e prática, sem enrolações. Isso faz o livro ser bem interessante e nada fútil por se tratar de moda como algumas pessoas pensam. Minha mãe também leu e adorou, acho que até minha irmã vai querer ler!

Como é um guia sei que ele não vai ficar encostado na estante por muito tempo. Tenho certeza que sempre vou pegar para dar uma olhada e ter inspiração. Estou indicando porque mesmo a autora tendo mais de 50 anos sei que jovens como eu vão gostar do livro. Na Saraiva está vendendo por um ótimo preço, caso queiram ter o seu. Espero que tenham gostado do livro e das fotos!